Massagem para aumentar o pênis – Conheça a tecnica de Jelqing

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Jelqing parece uma nova gíria de rede social, é muito mais sobre alongamento peniano e menos sobre alguma modinha de Internet. Você não leu errado. Existe uma técnica de massagem chamada que tem como objetivo o aumento do pênis.

O resultado de massagear o órgão sexual é que com isso é esticado os tecidos para criar “micro rasgos” que, de acordo com o método, aumentariam o tamanho do pênis quando cicatrizarem. Esse é o mesmo princípio para o crescimento dos músculos ao se exercitar para ganho de massa muscular.

Se você veio até aqui, é certo que o tamanho do seu pênis o incomoda em algum nível e pode ter certeza que você não está sozinho nessa. Muitos homens, principalmente nos dias de hoje, se perguntam se seu membro é “grande o bastante”. 

Seja por realmente terem um problema a resolver ou por terem uma percepção equivocada por conta dos filmes pornôs (até mesmo da sociedade), muitos homens procuram maneiras de aumentar comprimento e/ou circunferência.

Existem estudos que apontam que a maioria esmagadora das mulheres está satisfeita com o tamanho do pênis do parceiro, mas que cerca de metade dos homens acredita que tem um órgão menos do que a média.

Em outras palavras, é normal querer um membro maior, mesmo que, no que diz respeito às mulheres, seja provavelmente desnecessário.

O que será verificado

Há um sem número de empresas que se aproveitam da falta de confiança dos homens quando se trata desse assunto. Todas elas procuram ao máximo explorar essa clientela ao máximo, trazendo inúmeros comprimidos, fórmulas ou dispositivos para que seu órgão fique maior. 

Entre medicamentos até mesmo cirurgia, o cardápio de opções é extenso. No entanto, é de chamar a atenção quando surge uma técnica disponível, não invasiva e opção popular para tentar ter resultados.

Dessa forma, vamos analisar aqui do que se trata o jelqing, além de destacar benefícios, se há ou não evidências científicas e riscos (se houver). 

Em muitos lugares você vai ler que é um exercício para melhorar o fluxo sanguíneo e aumentar o pênis. Mas, a gente sabe que um método com o poder que dizem que o jelqing tem, não pode ser tratado superficialmente.

Jelqing – 5 coisas que você precisa saber para entender tudo sobre aumento de pênis com essa técnica

Como dissemos logo acima, você pode encontrar várias opções caso deseje aumentar o comprimento e a grossura do seu pênis. Mas, há o relato de muitos homens confirmando que o jelqing por si só, adiciona os centímetros a mais que tanto procuravam.

Alguns lugares dirão que o jelqing surgiu no Oriente Médio, outros artigos irão mostrar que ele é produto de estudos americanos ou até de medicina chinesa. 

No entanto, o mais importante é saber que o método de alongamento envolve técnicas repetitivas que você aplica ao seu pênis semi ereto para aumentar o tamanho do mesmo. É bom que comecemos então, pelo passo a passo.

1.   Como aplicar a técnica de jelqing para aumento do pênis

Jelqing requer que você massageie seu pênis em um padrão específico por cerca de três minutos, entre 3 a 4 vezes por semana. Isso pode soar como masturbação, mas é significativamente diferente. 

Em primeiro lugar, o objetivo não é atingir o orgasmo, mas estimular os tecidos de sua anatomia masculina a se alongar e manter esse tamanho alongado. Vamos ver:

  • Coloque o dedo indicador e o polegar, formando um “O” com a mão.
  • Coloque o gesto em forma de O na base do seu pênis.
  • Desloque a mão da base até a haste do pênis lentamente, elevando a pressão do “O” à medida que se desloca. Diminua a pressão caso sinta dor.
  • O movimento deve durar por cerca de 3 a 5 segundos da base até a ponta.
  • Repita uma vez por dia por cerca de 20 minutos.

Mesmo sendo um exercício simples, há alguns riscos envolvidos. É importante tomar algumas precauções para reduzir a probabilidade de dor, desconforto ou danos ao seu pênis. Entre elas estão a lubrificação do pênis para que não crie muita fricção ou irritação entre sua mão e o pênis. 

A velha vaselina regular serve, mas você também pode usar uma loção suave e sem perfume.

Não tenha uma ereção completa. Deixe no máximo dois terços do caminho para “chegar lá”. O segredo do jelqing é massagear suavemente e mover o sangue pelos tecidos. 

Se você estiver totalmente ereto, o sangue já estará bombeando pelo tecido esponjoso do pênis com força total, e o tecido estará completamente cheio de sangue.

E algumas outras dicas para jelqing e quaisquer outros exercícios de alongamento que você tentar, pare se o exercício for doloroso ou desconfortável. Sente-se ou encoste-se a uma mesa ou parede enquanto os pratica. 

Não é indicado praticar esses exercícios mais do que duas vezes ao dia, para não se machucar ou causar danos irreversíveis ao órgão.

O mais importante: é necessário receber orientações e um profissional quanto a saúde do seu corpo antes de começar qualquer exercício, então converse com seu médico urologista. Ele irá verificar a necessidade e informar as contraindicações de realizar o jelqing.

2.   Quais são os benefícios que o jelqing pode trazer

Existem estudos a favor e contrários ao jelqing e muitos resultados inconclusivos, mas há muitos relatos de que a técnica traz benefícios que devem ser úteis se você deseja que seu pênis consiga um tamanho mais significante. Trouxemos abaixo, alguns dos pontos positivos a que são destacados a realizar esse método de alongamento peniano:

Primeiramente, aquilo que a grande maioria dos homens querem quando chega a essa técnica: adicionar uns centímetros a mais ao seu órgão sexual. E, sim, há vários relatos que garantem que a massagem dá resultados positivos. Se existe uma dimensão enorme de testemunhos a favor, é óbvio que haja não certa verdade neles.

Em segundo lugar, melhor o desempenho para quem sofre de ejaculação precoce. O jelqing é uma excelente maneira de ajudá-lo a passar mais tempo durante o ato sexual. Dois motivos explicam isso: o treino que a massagem te dá, afinal de contas você aprende a estimular o pênis e se conter.

Por diminuir a sensibilidade excessiva em seu pênis devido à massagem contínua dos tecidos e nervos.

Em terceiro, o objetivo desse método é auxiliar o sangue a caminhar por todo o tecido do pênis e expandir esses tecidos no processo e a ereção depende do fluxo sanguíneo no membro, preenchendo os espaços e se mantendo lá. 

Ou seja, é possível que o jelqing auxilie a combater a disfunção erétil (DE). Ao aplicar a técnica, você massageia as cavidades do pênis, forçando o sangue para dentro delas. Isso, na teoria, permite que você obtenha ereções mais rapidamente e as mantenha com mais facilidade.

Por fim, e não menos importante, a massagem pode resultar em um pênis muito maior e como consequência disso, traz mais confiança para os homens. 

Muitos homens acabam associando uma imagem mais atraente de seus corpos caso o tamanho de seus pênis seja maior. Isso faz com que ele esteja mais seguro de si ao se relacionar sexualmente com alguém.

3.   O jelqing realmente funciona?

Se você está esperando uma resposta em uma palavra, provavelmente não vai encontrar. Há um grande talvez, pois na comunidade científica não há pesquisa suficiente para bater o martelo da certeza sobre a eficácia. O que temos, são duas vertentes que apontam benefícios e riscos e é importante destacá-las.

Começaremos pelas pesquisas pró-jelqing:

  • Os estudos a favor, como um que foi publicado no Journal of Sexual Medicine, mostram que há um alongamento possível e relevante ao utilizar os dispositivos que simulam a técnica de jelqing, os famosos extensores penianos. O resultado foi um aumento da circunferência e do comprimento total.

É importante dizer que esse experimento pedia que os homens usassem esses dispositivos extensores por mais de seis horas por dia durante duas semanas e. Depois disso, cerca de nove horas por cerca de dois a três meses e, como mostramos aqui, a massagem jelqing deve ser feita por muito menos tempo.

  • A Universidade de Torino, na Itália, é outra que não apoia apenas que técnicas que simulam o jelqing, como os dispositivos extensores penianos, realmente aumentam o pênis, como endossa que o próprio método manual de massagem pode trazer resultados positivos.

Em contrapartida, existem dados contrários que são levados em consideração:

  • Em um estudo piloto realizado no Departamento de Urologia do Hospital Princess Alexandra em Brisbane, Austrália, pesquisadores concluíram que os exercícios de alongamento usando certos dispositivos não obtiveram resultados conclusivos no crescimento do pênis.
  • Um artigo revisando pesquisas anteriores e publicado na US National Library of Medicine National Institutes of Health sobre técnicas de alongamento mecânico e extensores de pênis concluiu que esses métodos não fornecem nenhum aumento significativo no tamanho do pênis.

Portanto, jelqing pode ser a solução para seus problemas de tamanho de pênis. Ao mesmo tempo, pode não ser. Da mesma forma, até mesmo os proponentes dizem que você precisaria de vários meses para ver os resultados.

4.   Quais são os riscos do jelqing?

Se um tipo de exercício mexe com algo tão sensível, é preciso ter o mínimo de cuidados, pois é possível que algum efeito adverso resultante do jelqing cause efeitos colaterais complicados. Havendo essa possibilidade, é justo que indiquemos todas as desvantagens possíveis.

Há muito o que se falar sobre a comparação do pênis com um músculo qualquer do corpo (como o bíceps, por exemplo), pois não é. Órgão sexual masculino é um centro de tecidos muito específicos, terminações nervosas, muito irrigado e massagear a área intensamente pode causar hematomas e cicatrizes.

A fricção contínua pode afetar sua vida sexual porque você não quer agravar ainda mais os hematomas e o inchaço. Como já dito, o exercício causa “micro rasgos” no tecido do pênis; o crescimento vem de sua cicatrização. Esse processo de “regeneração” pode dar errado, aumentando o tecido fibroso da cicatriz em seu pênis, deixando-o deformado.

Há também a possibilidade de causar ferimentos nos vasos sanguíneos e, em vez de facilitar, dificultar o fluxo sanguíneo dentro do membro. 

Ou seja, há a possibilidade de sua capacidade de obter e também de manter uma ereção, portanto, sua tentativa de ganhar alguns centímetros pode resultar em uma possível disfunção erétil ou perda de sensibilidade durante o sexo.

É preciso dizer que esses efeitos adversos são raros e muito mais prováveis ​​de acontecer se você não souber o que está fazendo e não tiver o acompanhamento médico correto para verificar se a saúde do seu pênis está bem. Você precisa dominar a técnica adequada e manter uma rotina.

5.   Dispositivos de tração que simulam e aprimoram o jelqing

Já foi mencionado que os dispositivos de tração têm resultados positivos observados por estudos. Não é bem certo dizer que eles simulam o jelqing, pois eles não fazem a massagem presente na técnica e não precisam que o pênis esteja num estado específico para serem usados. 

Mais ainda: o tempo de uso por dia é muito superior ao tempo sugerido para fazer o exercício.

Trata-se de um equipamento em que você insere seu pênis em uma extremidade, fixa essa extremidade em seu pênis e a outra extremidade na base dele (na área pélvica) e puxa o dispositivo de forma que o pênis fique esticado. 

Em seguida, você o deixa esticado (não o suficiente para causar dor ou desconforto) por cerca de 4 a 6 horas por dia durante alguns meses.

O resultado dos dispositivos de tração apresentados pelos estudos é de que confiavelmente eles poderiam aumentar o pênis em até 5 cm em comprimento. Produtos como o RestoreX e o Pro-Extender, por exemplo, são ótimos exemplos de dispositivos de tração que permitem um alongamento peniano satisfatório.

 

Conclusão

Há uma série de relatos que classificam a massagem de jelqing como uma possibilidade menos invasiva que traz ótimos resultados. Teoricamente, o método também traz benefícios que podem implicar em melhora do desempenho sexual, combate a DE e a ejaculação precoce e aumento relevante no tamanho e circunferência do pênis.

É importante que você tenha em mente que jelqing é uma técnica que exige acompanhamento e disciplina. Não espere que seu pênis cresça da noite para o dia. Não há muito em estudos e pesquisas que apoiem os resultados deste tipo de exercício e o mercado pode (e vai) te oferecer opções melhores (ou mais seguras). 

É importante sempre destacar esse ponto para que você não realize a técnica sem a observação de um urologista.

Dr. Carlos Nóbrega

Dr. Carlos Nóbrega

Veja Também

Deixe um comentário