Exercícios para disfunção erétil – Conheça os mais indicados

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Exercícios físicos são muito eficazes em qualquer circunstância, devemos manter nosso corpo ativo, prevenindo diversos males no organismo. Com o pênis não seria diferente, pois ele também possui músculos e precisam ser trabalhados.

Sabe-se que a falta de ereção tem afetado milhares de homens no mundo, principalmente os mais idosos. Porém, os mais jovens não estão livres dos problemas, são inúmeras as causas. Não é segredo que a falta de ereção, é vista como um grande problema.

O homem sofre uma grande pressão, para manter sua masculinidade para o resto da vida. Isso nem sempre é possível, pois a idade, e o estilo de vida que a pessoa leva, podem desenvolver diversos problemas.

Muitos desconhecem que esse problema, é mais comum do que parece. Existem pesquisas comprovando que 40% dos homens acima de 40 anos já desenvolveram esse problema. E por outro lado, 70% dos homens acima de 70 anos possuem disfunção erétil.

O grande objetivo desse artigo é mostrar que a impotência existe no tratamento sim. E a grande eficácia dos exercícios para disfunção erétil.

Vamos falar sobre disfunção erétil

Quando o pênis não consegue manter-se ereto, durante uma relação sexual é chamado de disfunção erétil.

São classificadas em 3 tipos, orgânica, psicogênica e mista. A orgânica normalmente é comum em homens acima de 40 anos, com causas físicas. Psicogênica, é devido a fatores como ansiedade, depressão, estresse, entre outros. E mista, quando envolve um pouco dos outros dois tipos.

Muitos desconhecem que, para dar início a ereção, o cérebro irá receber um estímulo. Ele será enviado para o pênis através de nervos sensitivos. Dando início ao processo, aumentando a circulação sanguínea local, irrigando os corpos cavernosos, e esponjosos. Os quais são responsáveis em manter o pênis com aparência mais firme.

Até o momento da ejaculação ele irá manter-se rígido. O sangue ficará em uma espécie de válvula até o esperma sair, e fazer com que o pênis retorne à sua posição inicial.

As principais causas além da idade avançada, são ansiedade, estresse, álcool, tabagismo, diabetes, hipertensão, trauma no pênis, uso de anabolizantes, etc. O tratamento será de acordo com a causa, tentando eliminá-la primeiramente.

O pênis é composto por músculos lisos, e vasos sanguíneos. Esses músculos são involuntários, ou seja, necessitam de um estímulo para funcionar. E esses mesmos músculos, poderão ser trabalhar com exercícios para disfunção erétil.

Exercícios para disfunção erétil funcionam

Já falamos o quanto a função sexual é importante para a vida dos homens, e a prática de atividade física irá ser essencial no tratamento. Já falamos que para o pênis se manter ereto é necessário o aumento da circulação local. Portanto, os exercícios para disfunção erétil, irão fazer uma vasodilatação local, aumentando esse fluxo.

Dessa maneira, eles farão com que o risco de obstrução arterial seja reduzido. A título de curiosidade, a prática sexual aumenta a demanda metabólica em repouso. Ou seja, após a prática seu corpo irá trabalhar dobrado quando estiver descansando. Desta maneira, potencializa ainda mais os resultados.

A prática regular desses exercícios, irão melhorar não somente na parte sexual, e sim cardiovascular e força. Pois, demanda do corpo todo para conseguir seus objetivos. Lembrando que todos eles poderão ser feitos em casa, na academia, ou em qualquer outro lugar.

Não se esqueça de conversar com um médico de sua confiança, ele irá indicar qual tratamento mais indicado.

Tratamentos mais indicados

Já estamos por dentro do assunto, além dos exercícios para disfunção erétil, vamos falar de outros tipos de tratamentos que são eficazes.

Bombas de vácuo, é um excelente tratamento, muito indicada por especialistas da área, ela irá promover uma sucção no pênis. Sua principal função é aumentar a circulação local. Medicamentos para ereção, vão agir diretamente no local, podendo tomar 1 hora antes, ou fazer tratamento diário.

Gel para ereção, é muito procurado pelo público masculino. Sua principal função é manter uma ereção pelos mesmos princípios dos medicamentos, aumentando a circulação. Spray peniano, assim como o gel ele tem ação local e imediata, partindo dos mesmos princípios.

Acupuntura é um tratamento pouco procurado, porém muito eficaz. Pois, é capaz de estimular pontos que poderão tratar não somente o problema em si, mas também sua causa. Anel peniano é um acessório que quando colocado no pênis irá promover uma vasodilatação, e consequentemente a ereção.

4 exercícios para disfunção erétil mais indicados

Vamos para o que interessa nesse momento, os 4 exercícios para disfunção erétil mais procurados da atualidade.

1 – Exercícios de Assoalho Pélvico

Assoalho pélvico é um conjunto de órgãos que estão localizados abaixo do abdômen. Podemos incluir toda a região genital, masculina e feminina. Quando os músculos presentes são treinados, eles permitem sustentar a ereção. Esses exercícios correspondem em contrair e descontrair, segurar e soltar o xixi.

2 – Prancha

Sim, trabalhar os músculos abdominais também irão auxiliar no fortalecimento do assoalho pélvico, e consequentemente, melhorar a ereção. Para todos os tipos de problemas existentes no corpo, a base dos exercícios indicados para eles, é o abdominal. O abdômen estabiliza todo o corpo.

3 – Alongamento da região lombar

Alongamentos – Personal André Hauerl Academia Bodytech

O alongamento além de ser extremamente relaxante, irá beneficiar o pênis. Pois, tem o poder de estimular a circulação sanguínea, principalmente na região pélvica.

4 – Manter ereções

Mesmo se não estiver tendo relações sexuais, mantenha o hábito de estimular o pênis. Isso deve ser feito através da masturbação, ela é muito benéfica para a saúde. Quando as ereções não ocorrem, os músculos vão ficando fracos. Ou seja, aproveite para conhecer seu corpo, exercite-se.

Conclusão

Como puderam observar, listamos 4 exercícios para disfunção erétil mais procurados e indicados atualmente. Os homens possuem receio em falar sobre assunto, porém é mais simples do que imaginam. Milhares deles possuem esse tipo de disfunção. O mais importante de tudo isso, é que possui tratamento, basta a pessoa querer.

Muitas vezes o tratamento que o médico irá indicar, será tratar a causa do problema. Porém, os exercícios citados acima, não vão somente tratar, e sim prevenir. Claro que existem outros fatores que também devem ser mudados, manter um estilo de vida saudável é um deles

Dr. Carlos Nóbrega

Dr. Carlos Nóbrega

Veja Também

Deixe um comentário